HOME
Busca:
 
AGENDA
LOCALIZAÇÃO
INSTALAÇÕES
ASSOCIADOS
ASSOCIE-SE
BANCO DE CURRÍCULOS
EVENTOS
CONTATOS
AGENDA CULTURAL
ANUNCIE AQUI








VOLTAR

Gestão - 16/09/2013

Dicas para desenvolver traquejo social


Por GISELE METER

Uma boa formação técnica e um excelente currículo são fundamentais para quem deseja entrar e se manter no mercado de trabalho. No entanto, além destas competências existem outras essências para a boa convivência e o relacionamento no ambiente de trabalho. Saber conviver bem com pessoas de idades diversas, com opções religiosas distintas, culturas, hábitos e opções sexuais diferentes é essencial para o profissional que almeja crescer eter sucesso na carreira. Mas, como fazer isso de forma eficaz?

Segundo a especialista em etiqueta corporativa e social, Silmara Leite Ribeiro Santos, diretora da Pitacos Marketing e Eventos, o traquejo social é uma valiosa ferramenta para ajudar o profissional a superar esse novo desafio num mercado de trabalho cada vez mais heterogêneo. “Ter traquejo é saber conviver, ser empático, perceber o outro e o ambiente, e conseguir adaptar-se a ele”, ressalta a especialista.“As empresas sabem que o profissional com esse atributo consegue lidar e dialogar adequadamente com colaboradores e fornecedores, inclusive na negociação com os clientes.”

É interessante esclarecer que o traquejo é diferente das habilidades sociais. Estas podem ser natas ou adquiridas. Algumas pessoas, por exemplo, conseguem ser mais comunicativas e observadoras, e com isso desenvolver mais facilmente um relacionamento harmonioso com os demais. Outras, no entanto, necessitam desenvolver as habilidades sociais através de treinamento especifico.

O traquejo social está intimamente ligado à educação e ao respeito, e pode ser desenvolvido, principalmente, com a observação do ambiente em que estamos inseridos. “Além disso, é preciso praticar o autoconhecimento, um fator primordial para a boa convivência. De nada adianta perceber o outro sem saber quem você é e como reage em situações diversas”, ressalta Silmara.

A leitura sobre comportamento e participação em cursos de comunicação interpessoal também são consideradas excelentes opções para a conquista desse atributo.

O traquejo social é um ingrediente importante na construção de uma boa imagem pessoal e profissional e, como consequência, do marketing pessoal. Portanto, ele nunca terá impacto negativo. Ocorre que algumas pessoas, equivocadamente, o confundem como forma de bajulação e/ou como ferramenta para conseguir algo quando se tem interesse. “É preciso ter muito cuidado com esse tipo de atitude, pois, é fácil perceber quando alguém não está sendo natural.” Lembre-se: cordialidade, respeito e gentileza são essenciais para construir uma carreira promissora e todos eles são componentes do traquejo social.

DICAS


Observe sempre o ambiente
Não se pode ser completamente descontraído e descolado em um ambiente mais formal. Observar o ambiente proporciona a oportunidade de agir de forma adequada ao que está acontecendo. Não podemos sempre agir de maneira informal ou, ao contrário, estar sempre se comportando formalmente. Existem situações que exigem uma maior percepção do que acontece ao redor. Observe, analise e veja qual a melhor forma de agir para atingir bons resultados.

Invista na sua aparência e higiene
Atitudes positivas aliadas à boa aparência abrem portas sociais e profissionais. Quando estamos bem conosco, demostramos maior disponibilidade de interação e isto é um bom caminho para o desenvolvimento do traquejo social. Cuidar de sua aparência e higiene demonstra amor próprio e também interesse em se apresentar de forma agradável às pessoas, possibilitando assim que oportunidades sejam colocadas a nosso favor.

Respeite opiniões diferentes das suas
Mesmo que não concorde com algo, respeite opiniões contrárias às suas. Isto não significa que você precisa concordar com elas ou que não deva, educadamente, emitir a sua. O problema está em tentar mudar opiniões de maneira forçada, sem tentar entender os motivos da outra pessoa. Imposição de um ponto de vista é deselegante e não contribui para ampliar relações, comprometendo, assim, a imagem profissional.

Seja educado em qualquer situação
A educação é a melhor forma de estabelecermos uma boa relação social. Ser uma pessoa educada é diferente de ser uma pessoa que aceita tudo ou que é submissa a todas as situações. Podemos perfeitamente demonstrar descontentamento ou frustração de forma educada. Existem situações que nos levam ao limite da paciência, mas, independentemente do que ocorra, não agir com educação vai apenas dificultar ainda mais o momento. E pode ainda gerar percepções equivocadas sobre profissionalismo ou caráter da pessoa.

Dê retorno para todos
Todos gostam de receber atenção, principalmente quando se refere a assuntos de nosso interesse ou urgência. Retornar um telefonema, um e-mail ou uma mensagem é mostrar comprometimento com as questões de outra pessoa. Mesmo que não se tenha uma resposta de imediato, dar retorno, além de passar uma boa impressão, demonstra empatia e respeito.

Seja você mesmo e mantenha a sua essência
O traquejo social não implica em mudar quem somos. Ao contrário, ele potencializa o melhor que podemos oferecer a outras pessoas, contribuindo assim para que tenhamos uma convivência harmoniosa em vários aspectos da vida, independentemente do ambiente em que estamos inseridos. Preserve sua essência e seja o mais natural possível. Representar alguém que não somos é visto como algo pesado e percebido quase que imediatamente, pois soa como um comportamento falso e demasiadamente forçado.

Interaja de forma respeitosa com todos
Cordialidade, respeito e gentileza são essenciais para o desenvolvimento do traquejo social e sempre muito bem-vindos em qualquer situação. Agir de forma respeitosa com todos proporciona, além de bem-estar pessoal, uma relação harmoniosa com as pessoas. Quando agimos de forma respeitosa estamos proporcionando o que temos de melhor ao outro e assim também propiciando que o outro faça o mesmo. Respeitar o outro é, na verdade, também respeitar a si mesmo e as suas emoções.

Pratique o autoconhecimento
Quando buscamos nos conhecer melhor, temos a possibilidade de compreender porque agimos de determinada forma em situações especificas. Saber o que dispara o nosso gatilho emocional é uma forma de perceber a hora em que devemos trabalhar nossas emoções para assim responder adequadamente a uma situação. Neste ponto o autoconhecimento é fundamental para contribuir para a percepção de emoções, sentimentos e, assim, controlar a forma como lidar com cada um deles, sem prejudicar a si mesmo.

Saiba ouvir
Saber ouvir é uma competência importantíssima dentro das empresas e também de uma forma geral em nossa vida. Ao desenvolvermos a habilidade de ouvir o que o outro fala conseguimos também direcionar melhor nossas ações. Saber ouvir não implica somente em escutar superficialmente, mas está relacionado a algo mais profundo, ou seja, ouvir em essência as necessidades, reivindicações e informações vindas de outras pessoas.

Quando sabemos ouvir, conseguimos até mesmo identificar necessidades não ditas verbalmente, mas que ficam implícitas no discurso. Desta forma nossas ações acabam sendo mais eficazes e superando as expectativas das pessoas.

Coloque-se no lugar do outro
Quando nos colocamos no lugar de outras pessoas, temos a oportunidade de mudarmos a perspectiva de nossos pensamentos, ideias e até mesmo das ações pois temos outra visão que vai além da própria percepção, contribuindo assim para que uma decisão possa ser tomada com maior embasamento e não apenas em percepções que podem, em certos casos, estarem equivocadas. Se colocar no lugar do outro não significa concordar sempre com seu ponto de vista, mas entender por que a pessoa age ou pensa daquela maneira.

* Gisele Meter é empresária e diretora executiva de Recursos Humanos. Atua com gestão estratégica de pessoas, psicóloga, escreve sobre comportamento organizacional e liderança. Palestrante e consultora estratégica em gestão de pessoas e gestão da mudança organizacional.


 
Usuário:
Senha:


 
Av. Santa Cruz, 4425 - Salas 201 | 202 | 203 - Bangu - Rio de Janeiro - RJ. Tel.: (21) 3331-2127
Programação e webdesign: Perfil Solução
A marca propmeio não existe nesse contexto.