HOME
Busca:
 
AGENDA
LOCALIZAÇÃO
INSTALAÇÕES
ASSOCIADOS
ASSOCIE-SE
BANCO DE CURRÍCULOS
EVENTOS
CONTATOS
AGENDA CULTURAL
ANUNCIE AQUI








VOLTAR

Economia - 24/11/2010

Índice de Confiança do Consumidor da FGV aumenta 2,7% em novembro e alcança novo recorde


Os consumidores brasileiros estão mais satisfeitos com a situação atual e otimistas em relação aos próximos seis meses. O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) da Fundação Getulio Vargas (FGV), divulgado hoje (24), alcançou novo recorde histórico, elevando-se em 2,7% de outubro para novembro e alcançando 125,4 pontos.

Dos cinco quesitos que compõem a Sondagem de Expectativas do Consumidor, base para o cálculo do ICC pelo Instituto Brasileiro de Economia da FGV, o Índice da Situação Atual avançou 4,5%, passando de 141,2 para o recorde de 147,5 pontos. O Índice de Expectativas elevou-se em 1,5%, subindo de 111,9 para 113,6 pontos. A proporção de consumidores que avaliam a situação como boa aumentou de 31,7% para 34,6% do total. Já a dos que consideram o quadro ruim diminuiu, caindo de 18,7% para 15,9%.

O indicador que mede as expectativas com a evolução da situação econômica nos meses seguintes passou de 117,5 pontos para 120,2 pontos, entre outubro e novembro. A parcela dos consumidores que projetam melhoria aumentou de 27,3% para 31,7%, enquanto a dos que preveem piora ficou em 11,5%, embora tenha crescido em relação à sondagem anterior, quando foi de 9,8%.

A Sondagem de Expectativas do Consumidor é realizada em sete capitais brasileiras, com base numa amostra de mais de 2 mil domicílios. Os dados para a pesquisa de novembro foram coletados entre os dias 1 e 20 deste mês.

Fonte: Agência Brasil

 


 
Usuário:
Senha:


 
Av. Santa Cruz, 4425 - Salas 201 | 202 | 203 - Bangu - Rio de Janeiro - RJ. Tel.: (21) 3331-2127
Programação e webdesign: Perfil Solução
A marca propmeio não existe nesse contexto.